menu

16/07/2012 17:12

Cruzeiro é derrotado pelo Grêmio-RS no Independência

Cruzeiro é derrotado pelo Grêmio-RS no Independência

Ramon Bitencourt/VipComm

Da redação

Cláudio Antonio

O Cruzeiro foi derrotado pelo Grêmio, por 3 x 1, neste domingo, no estádio Independência, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante Wellington Paulista marcou o gol da Raposa, que volta a campo na próxima quarta-feira, às 20h30, contra a Portuguesa, no estádio Canindé, em São Paulo.

O time mineiro começou com tudo no jogo e, logo aos 47 segundos, deu um susto no goleiro gremista Marcelo Grohe, com um chute forte de Wellington Paulista, para fora. Pouco tempo depois, Everton cobrou falta para a área e Mateus cabeceou à direita do gol adversário.

Com uma postura bem defensiva, o Grêmio apostava nos contra-ataques e tentava segurar o ímpeto do Cruzeiro de todas as maneiras. Já o time celeste, melhor em campo, buscava sempre o gol, como fez o estreante Borges, de cabeça, após cruzamento de Diego Renan. Marcelo Grohe defendeu, com dificuldades, em dois tempos.

Aos 24, o zagueiro Léo cruzou para a área, a bola desviou no volante Fernando e saiu para a linha de fundo. Quase gol contra. Mas, aos 26 minutos, em jogada de contra-golpe, o time gaúcho abriu o marcador, através de um cabeceio de Marcelo Moreno, após cruzamento de Elano.

Dois minutos depois, o Grêmio acabou fazendo o segundo gol, novamente marcado por outro ex-atleta cruzeirense, o atacante Kleber, aproveitando jogada de Tony e Marcelo Moreno.

O Cruzeiro retomou o domínio da partida e voltou a buscar o ataque. Aos 34, Wellington Paulista recebeu de Montillo e chutou forte, com muito perigo, à direita do gol de Marcelo Grohe.

Ainda na primeira etapa, nos minutos finais, o zagueiro gremista Werley, que já havia recebido cartão amarelo por uma falta cometida no goleiro Fábio, recebeu o segundo, por ter derrubado Montillo, e foi expulso da partida.

Etapa final

Com um jogador a mais em campo, a Raposa voltou para o segundo tempo com Souza no lugar de Everton. Na primeira jogada de ataque, aos 42 segundos, Montillo cruzou e Borges tentou de cabeça, mas o zagueiro Vilson colocou para escanteio.

Aos 7, o técnico Celso Roth mexeu mais uma vez no Cruzeiro. Substitui o lateral Diego Renan pelo atacante Fabinho e deixou o time celeste ainda mais ofensivo. Na sequência, Montillo cobrou escanteio e a bola sobrou para Souza, que finalizou mal, longe do gol do adversário. O mesmo Souza teve boa chance, aos 16, após boa jogada trabalhada pelo time mineiro, mas chutou novamente para fora.

Aos 19, outro castigo para a Raposa. Marcelo Moreno recebeu de Souza dentro da área e bateu colocado, fazendo o terceiro gol do Grêmio. O Cruzeiro quase diminuiu, em um cabeceio de Tinga, que o zagueiro Vilson tirou quase em cima da linha.

Aos 24, Celso Roth fez a última alteração na equipe cinco estrelas, trocando Borges por Anselmo Ramon, que teve tudo para marcar um golaço, em uma meia bicicleta, mas Marcelo Grohe fez excelente defesa.

O Cruzeiro continuou em busca do ataque e diminuiu o marcador, aos 48, em um pênalti cobrado e convertido pelo atacante Wellington Paulista.


CRUZEIRO 1 X 3 GRÊMIO

Motivo: 9ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 15/07/2012 (domingo)
Local: Independência, Belo Horizonte-MG
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza/SP (CBF)
Público: 15.523 pagantes
Renda: R$ 437.659,00
Gols: Marcelo Moreno, aos 26 min., e Kleber, aos 28 min. do 1º tempo; Marcelo Moreno, aos 20 min., e Wellington Paulista, aos 48 min. do 2º tempo

Cruzeiro
Fábio; Diego Renan (Fabinho), Léo, Mateus e Everton (Souza); Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Tinga e Montillo; Wellington Paulista e Borges (Anselmo Ramon)
Técnico: Celso Roth

Grêmio
Marcelo Grohe; Tony, Werley, Gilberto Silva e Pará; Fernando, Souza, Elano (Marquinhos) e Zé Roberto; Kleber (Vilson) e Marcelo Moreno (André Lima)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Cartões amarelos: Gilberto Silva, Zé Roberto e Marcelo Grohe (Grêmio); Borges, Souza, Léo e Mateus (Cruzeiro)    
Cartão vermelho: Werley (Grêmio)

(Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação).