menu

13/03/2018 15:56

Referências no país, clubes de lazer contam com novas administrações

Referências no país, clubes de lazer contam com novas administrações


Desde janeiro, Parque Esportivo é comandado por Ronaldo de Assis Carvalho. Foto: Divulgação/Cruzeiro

Lucas Leite

Gigante no futebol, vôlei, atletismo e demais modalidades. A extensa galeria de títulos confirma o Cruzeiro como uma das maiores instituições do país e do mundo. Além de se destacar no âmbito esportivo, o Pentacampeão da Copa do Brasil é referência quando o assunto é o lazer de seus torcedores, que encontram descanso e atividades especiais nos clubes celestes.

Para seguir como modelo de gestão, os clubes de lazer passaram a contar com novos administradores desde o início de janeiro. Ronaldo de Assis Carvalho, no Parque Esportivo do Barro Preto, e Vitório Galinari, na Sede Pampulha, possuem uma longa história de vida com o Cruzeiro e terão a missão de comandar as sedes sociais da Raposa nos próximos anos. Em entrevista, ambos contaram sobre as expectativas e novos projetos.


Sede Pampulha tem agora Vitório Galinari como administrador. Foto: Divulgação/Cruzeiro

Ronaldo de Assis Carvalho - Parque Esportivo do Barro Preto

Com 61 anos, Ronaldo de Assis Carvalho é Conselheiro Nato do Cruzeiro e conta com larga experiência na área de gestão no Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG). O gestor deu alguns detalhes sobre como surgiu o convite para comandar o Parque Esportivo e sua relação com o Tetracampeão Brasileiro.

"Recebi com muito prazer o convite do Wagner (Pires de Sá, presidente) e do Herminio (vice-presidente) para que assumíssemos a direção do Parque. Quando veio a indicação aceitei imediatamente por ser uma honra grandiosa poder ajudar o clube do meu coração. Há alguns anos sou conselheiro e tenho muito orgulho de falar que sou. Comecei como Conselheiro Suplente, atuei como Associado Conselheiro e hoje sou Conselheiro Nato", comentou.

"Atuei por 40 anos no DER-MG, onde passei por diversos cargos e funções. Fui auditor interno, gerente de fiscalização do transporte de passageiros em Minas Gerais, em que cuidei de todas as linhas da Região Metropolitana de Belo Horizonte e de linhas intermunicipais. Depois fui presidente da DERMINAS, que é uma entidade de fundo de pensão dos servidores do DER. Hoje também sou um dos membros do conselho da instituição", declarou.


Ronaldo de Assis Carvalho, diretor do Parque Esportivo do Barro Preto. Foto: Divulgação/Cruzeiro

Ciente da importância do Parque Esportivo para o Cruzeiro, Ronaldo já trabalha para melhorar ainda mais a infraestrutura oferecida. Ele cita também o que o associado celeste pode esperar da gestão.

"Temos demandas nas áreas de manutenção como equipamentos, brinquedos e outros itens que já estamos cuidando. Assim como toda diretoria do Cruzeiro, minha equipe e eu estamos à disposição dos associados para ouvir as reivindicações, solicitações e críticas. Isso fará com que consigamos o melhor para os associados. Buscaremos dar a eles o melhor conforto que todos nós merecemos. Sabemos que boa parte da trajetória de 97 anos do Cruzeiro foi escrita aqui no Barro Preto", finalizou.

Vitório Galinari - Sede Pampulha


Vitório está à frente da Sede Pampulha desde o início de janeiro. Foto: Divulgação/Cruzeiro

Associado dos clubes estrelados desde criança, Vitório Galinari tornou-se, em 1995, conselheiro do Cruzeiro. Atualmente com 52 anos, o administrador celeste relatou o que já mudou no clube nos últimos meses e também destacou o que pretende fazer na Sede Pampulha.

"Sou sócio da "Campestre" (antigo nome da Sede Pampulha) desde 1971. Sempre fui peladeiro e também fui um dos fundadores da pelada aqui da Sede Pampulha. Já ajudei em várias situações nos clubes, inclusive no Churrascão do Cruzeiro e na Festa Julina, realizada no Barro Preto. Sou mais conhecido por aqui por sempre fazer parte da pelada, mas tenho uma boa relação com todos os associados", disse.

Mesmo com pouco tempo de trabalho, Vitório ressaltou que as ações já desenvolvidas na Sede Pampulha repercutiram positivamente entre os associados cruzeirenses. Ele espera ver o clube mais cheio ainda de apaixonados pela Raposa.

"Estamos fazendo alterações na área de jardinagem, na fachada e estamos dando um apoio maior aos concessionários e ao pessoal da Escola de Esportes. São coisas que parecem pequenas, mas que deram um resultado grande", assinalou.

"Eu estou aqui para servir aos associados. Podem ter a certeza de que minha intenção é a melhor possível. Sempre quis que o Cruzeiro estivesse melhorando, pois sou associado há mais de 40 anos. Estamos abertos às ideias, solicitações e o que for possível faremos. Imagino o clube como era na década de 1980, totalmente lotado. Podem esperar que trabalho não irá faltar", completou.