menu

21/09/2012 22:53

Em apresentação, Martinuccio agradece e se diz ambientado no Clube

Em apresentação, Martinuccio agradece e se diz ambientado no Clube

Cruzeiro/Divulgação


Da Toca II

Diogo Finelli

O meia-atacante argentino Alejandro Martinuccio, de 24 anos, foi apresentado oficialmente na tarde desta sexta-feira como reforço do Cruzeiro para a sequência do Campeonato Brasileiro. O jogador assinou contrato com o clube estrelado até o meio do ano de 2013. Suas primeiras palavras na sala de imprensa da Toca II foram de agradecimento à Diretoria e ao Departamento de Fisioterapia do Clube, responsável pelo acompanhamento durante a recuperação de uma lesão óssea.

“Estou muito agradecido à direção do Cruzeiro, estou muito contente. A preparação foi muito boa, quero agradecer o Departamento de Fisioterapia do Cruzeiro, que é muito bom. Estou muito feliz com a preparação. Acho que voltarei a jogar bem. Tenho que continuar a preparação física, ficar 100% e estar à disposição do treinador Estou tranquilo agora, me preparando fisicamente para que o técnico possa contar comigo. Acho que o time é bom. Confio muito, pelos quase três meses que estou aqui, conheço os meus companheiros. Acho que que o time vai estar brigando lá em cima”, disse.

Martinuccio se destacou pelo Peñarol, do Uruguai, na Copa Libertadores da América do ano passado, quando foi vice-campeão. Depois, transferiu-se para o Fluminense-RJ e foi emprestado ao Villarreal, da Espanha, mas não conseguiu se adaptar aos dois clubes. No Cruzeiro, ele espera voltar a jogar bem. “Estou tranquilo. O momento foi bom no Peñarol, eu estava confiante. No Fluminense-RJ, não estava tão confiante. Aqui quero recuperar a confiança, e confio nos meus companheiros também”.

Perguntado se tem preferência por jogar como atacante ou como meia, Martinuccio disse que pretende ajudar no que for preciso. “Não é decisão minha. É do treinador. Minhas melhores partidas foi como atacante, mas se for preciso atuar no no meio, vou fazer”.

Por fim, o jogador, que está na Toca da Raposa II desde julho, se mostrou ambientado com o elenco e destacou que tem se comunicado mais com os companheiros, o que antes não acontecia. “Num primeiro momento, a identificação maior foi com os jogadores que falam a minha língua, o Montillo, o Victorino e o Diego Arias. Mas todos os jogadores falam muito comigo. Estou contente pela ação deles. No Fluminense eu não falava muito, mas agora falo mais, não tanto, mas falo mais, e isso melhorou”.

(Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação).