menu

21/03/2013 17:19

Raposa conquistou primeiro título da Copa Sul-Minas há 12 anos

Raposa conquistou primeiro título da Copa Sul-Minas há 12 anos


Cruzeiro/Arquivo



Da Sede Administrativa

Cláudio Antonio

Maior vencedor da Copa Sul-Minas, o Cruzeiro conquistou o primeiro de seus dois títulos da competição interestadual há doze anos. No dia 21 de março de 2001, a equipe celeste derrotou o Coritiba por 3 x 0 no Mineirão, após ter vencido a primeira partida da final por 2 x 0, na capital paranaense, e ficou com a taça.

O segundo título cinco estrelas da Copa Sul-Minas foi conquistado um ano depois, com o Cruzeiro batendo outra equipe do Paraná na decisão. A vítima em 2002 foi o Atlético-PR, derrotado pela Raposa por 2 x 1, em Curitiba, e 1 x 0, no Mineirão.

A Copa Sul-Minas foi disputada três vezes, entre equipes mineiras, paranaenses, catarinenses e gaúchas e o Cruzeiro chegou à final em todas as edições. Na primeira delas, em 2000, a Raposa perdeu o título para o América-MG (0 x 1 e 1 x 2).

Campeão invicto em 2001, o Cruzeiro, que era comandado pelo atual técnico da seleção brasileira Luiz Felipe Scolari, terminou a fase classificatória na primeira colocação do grupo C, o que lhe garantiu na semifinal, juntamente com Coritiba (vencedor da chave A), Atlético-MG (primeiro colocado do grupo C) e Grêmio (melhor segundo colocado).

Na semifinal, o time cinco estrelas despachou o rival Atlético-MG, após empate em 1 x 1, em Ipatinga, e vitória por 3 x 1, no Mineirão, e chegou à decisão contra o Coritiba, que eliminou o Grêmio (2 x 2 e 1 x 0).

No primeiro jogo da final, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, a Raposa venceu por 2 x 0, gols de Jackson e Oséas. Na partida de volta, em 21 de março de 2001, o Cruzeiro voltou a vencer o adversário do Sul, desta vez por 3 x 0, e conquistou o primeiro troféu da Copa Sul-Minas. Os gols da grande decisão foram anotados por Jorge Wagner, Geovanni e Marcelo Ramos.



  Cruzeiro/Arquivo


Ficha técnica do jogo do título:

CRUZEIRO 3 x 0 CORITIBA
Motivo: 2º jogo da final da Copa Sul Minas
Data: 21/03/2001
Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Público: 34.357 pagantes
Renda: R$ 345.121,00
Árbitro: Antônio Pereira da Silva (GO)
Gols: Jorge Wagner, aos 5 min., Geovanni, aos 33 min., e Marcelo Ramos, aos 39 min. do 2º tempo
CRUZEIRO
Bosco; Cléber Monteiro, Luisão, Cris e Sorín; Marcus Vinícius, Ricardinho, Jackson e Jorge Wagner (Marcos Paulo); Geovanni (Sérgio Manoel) e Oséas (Marcelo Ramos)
Técnico: Luiz Felipe Scolari
CORITIBA
Nei; Patrício, Edinho Baiano, Pícoli (Gelson) e Vítor (Felipe Alvim); Reginaldo Nascimento, Ataliba, Willians e Mabília; Da Silva (Allan) e Marquinhos
Técnico: Ivo Wortmann


A Campanha do título:

Primeira fase
17/01 – Internacional 0 x 2 Cruzeiro – gols: Fernando Cardoso (contra) e Marcelo Ramos
24/01 – Cruzeiro 3 x 1 Paraná – gols: Marcelo Ramos e Jorge Wagner (2)
31/01 – Joinville 0 x 0 Cruzeiro
07/02 – Cruzeiro 4 x 0 Joinville – gols: Sorín, Marcelo Ramos (2) e Ricardinho
14/02 – Paraná 1 x 1 Cruzeiro – gol: Marcelo Ramos
21/02 – Cruzeiro 2 x 2 Internacional – gols: Oséas e Marcelo Ramos
Semifinal
28/02 – Cruzeiro 1 x 1 Atlético-MG – gol: Jorge Wagner
10/03 – Cruzeiro 3 x 1 Atlético-MG – gols: Geovanni, Jorge Wagner e Oséas
Final
17/03 – Coritiba 0 x 2 Cruzeiro – gols: Jackson e Oséas
21/03 – Cruzeiro 3 x 0 Coritiba – gols: Jorge Wagner, Geovanni e Marcelo Ramos


 Cruzeiro/Arquivo

O elenco campeão:

Goleiros: Bosco e Jefferson
Laterais-direitos: Cléber Monteiro, Fernandinho, Maguinho e Maicon
Zagueiros: Bill, Cléber, Cris e Luisão,
Lateral-esquerdo: Sorín
Volantes: Alê, Leandro, Mancuso, Marcos Paulo, Marcus Vinícius, Ricardinho
Meias: Alex Santos, Jackson, Jorge Wagner, Sérgio Manoel e Viveros
Atacantes: Adriano Chuva, Geovanni, Joelson, Marcelo Ramos, Muller, Oséas
Técnico: Luiz Felipe Scolari


Jogadores, partidas e gols:

Adriano Chuva – 6 jogos, 0 gol
Alê – 1 jogo, 0 gol
Alex Santos – 4 jogos, 0 gol
Bill – 1 jogo, 0 gol
Bosco – 5 jogos, -3 gols
Cléber – 2 jogos, 0 gol
Cléber Monteiro – 8 jogos, 0 gol
Cris – 7 jogos, 0 gol
Fernandinho – 3 jogos, 0 gol
Geovanni – 6 jogos, 1 gol
Jackson – 6 jogos, 1 gol
Jefferson – 4 jogos, -2 gols
Joelson – 3 jogos, 0 gol
Jorge Wagner – 9 jogos, 4 gols
Leandro – 1 jogo, 0 gol
Luisão – 8 jogos, 0 gol
Maguinho – 1 jogo, 0 gol
Maicon – 2 jogos, 0 gol
Mancuso – 2 jogos, 0 gol
Marcelo Ramos – 9 jogos, 7 gols
Marcos Paulo – 5 jogos, 0 gol
Marcos Vinícius – 5 jogos, 0 gol
Muller – 4 jogos, 0 gol
Oséas – 6 jogos, 2 gols
Ricardinho – 4 jogos, 1 gol
Sérgio Manoel – 6 jogos, 0 gol
Sorín – 5 jogos, 1 gol
Viveros – 1 jogo, 0 gol
Wendell – 1 jogo, 0 gol

(Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação).