menu

14/07/2014 13:39

Cruzeiro fecha a intertemporada com vitória e gol monumental de Goulart

Cruzeiro fecha a intertemporada com vitória e gol monumental de Goulart


Andreas Leighton/Light Press

Da Redação

Angel Drumond

O Cruzeiro fechou com chave de ouro sua participação na intertemporada norte-americana, com uma vitória por 2 x 0 diante do Chivas Guadalajara-MEX, no Sun Bowl Stadium, em El Paso-EUA.Os gols da Raposa foram marcados por Willian e Ricardo Goulart.

O time da Toca da Raposa foi o dono do jogo e impôs seu ritmo desde o começo da partida, tocando bem a bola e usando bem as investidas dos laterais Ceará e Egídio. O Chivas não ofereceu perigo ao gol defendido por Fábio e as chances foram aparecendo para o clube celeste.

No primeiro gol Egídio acertou um belo cruzamento que Willian bem colocado desviou para o gol. No segundo, Ricardo Goulart aproveitou um erro de passe da equipe mexicana e percebeu o goleiro Antônio Rodriguez adiantado. Com consciência, o armador bateu de antes do meio campo para fazer um gol espetacular, que fechou deu números finais ao confronto.

Foi o quinto triunfo do Maior de Minas, que encerra a sua estadia nos Estados Unidos com 100% de aproveitamento. Foram 16 gols marcados e cinco gols de revés. O artilheiro da intertemporada foi Ricardo Goulart que marcou quatro gols, Marlone marcou três vezes e Willian fez dois gols. Júlio Baptista, Manoel, Lucas Silva, Egídio, Alisson, Everton Ribeiro, Moreno fizeram um gol cada.

A Partida

O jogo começou movimentado e a equipe do Cruzeiro mostrou, desde o início, uma marcação forte, minimizando os espaços. Aos quatro minutos, Egídio fez bela jogada, driblou seu marcador e cruzou a bola que passou por Marcelo Moreno. O centroavante por pouco não desviou em direção ao gol.

Os dez primeiros minutos foram de domínio celeste, o time manteve a posse de bola através de boas trocas de passes. O Chivas estava sendo dominado em campo e, com isso, os espaços foram aparecendo no campo adversário.

Aos 12 minutos, Manoel arriscou lançamento e por pouco Willian não chegou à bola que ficou para o goleiro mexicano Antônio Rodriguez.

O Cruzeiro marcava forte e permitiu a chegada do Chivas somente aos 17 minutos quando Omar Bravo tomou a bola de Manoel e cruzou perigosamente na pequena área. Fábio espalmou bem o chute.

Aos 19 minutos, Ceará cruzou depois do passe de Éverton Ribeiro. A bola encontrou Willian do outro lado que ajeitou e bateu rente à trave esquerda do arqueiro do time mexicano.

Falta ensaiada do Cruzeiro, Ribeiro rolou e Lucas Silva soltou a bomba, a bola pegou na defesa e sobrou para Moreno que concluiu para o gol, mas a zaga afastou para escanteio. Na cobrança, Manoel desviou a bola para gol e Antônio Rodriguez fez boa defesa.

O Chivas só voltou a levar perigo aos 26 minutos no chute perigoso de Angel Reyna que passou sobre o gol do Fábio.

Gol do Cruzeiro, aos 28 minutos! Cruzamento de Egídio na medida e Willian antecipou a zaga e de perna direita tocou no canto direito. Rodriguez pulou, mas nada pode fazer: 1 x 0 para a Raposa.

Aos 37 minutos, Angel Reyna recebeu bom cruzamento e com um leve toque quase acha De Nigris em condições de marcar. No fim do primeiro tempo, bela troca de passe entre Henrique e Ceará que cruzou com perigo e o zagueiro Jair Pereira do Chivas quase fez contra.


Cruzeiro/Divulgação

Segunda etapa

As equipes voltaram a todo vapor e o Chivas chegou com perigo no primeiro minuto, porém Manoel aliviou. Imediatamente o time celeste respondeu com contra ataque rápido que acabou com o cruzamento rasteiro de Ceará para a boa defesa de Antonio Rodriguez.

Aos quatro minutos, outro belo cruzamento de Egídio que achou Goulart. O meia pegou de primeira, mas a bola subiu demais.

A Raposa começou a tomar conta do território. Everton Ribeiro arriscou de fora da área, mas o goleiro mexicano estava atento. Aos 15 minutos, Ricardo Goulart acertou um belo chute da intermediaria, Rodriguez fez uma excelente defesa para escanteio.

O time da Toca da Raposa era o dono da partida. Willian arrancou em velocidade e chutou a esquerda da meta mexicana. Aos 32 minutos, Júlio Baptista, que tinha entrado no lugar de Moreno, deu uma bela arrancada, entrou pela área e soltou a bomba. A bola passou muito perto do gol, assustando a torcida mexicana no estádio.

O Chivas só voltou perigo aos 33 minutos. Gerardo cruzou, Léo afastou e Fábio evitou o escanteio.

Aos 37 minutos, uma pintura de gol do Cruzeiro. A equipe do Chivas saiu jogando errado e, de antes do meio campo, Ricardo Goulart percebeu o goleiro Antônio Rodriguez adiantado e fez um gol fantástico, batendo consciente por cobertura. Gol sensacional: 2x 0 para Cruzeiro.


Andreas Leighton/Light Press

CRUZEIRO 2 X 0 CHIVAS-MEX

Motivo:
Amistoso
Data: 06/07/2014 (domingo)
Local: Sun Bowl Stadium, em El Paso-EUA
Árbitro: Jair Manufo (EUA)
Gols: Willian aos 28 minutos do primeiro tempo e Ricardo Goulart aos 37 minutos do segundo tempo

Cruzeiro
Fábio; Ceará, Manoel (Dedé), Léo e Egídio (Samudio); Henrique e Lucas Silva (Nílton); Everton Ribeiro (Tinga), Ricardo Goulart (Marlone) e Willian (Marquinhos); Marcelo Moreno (Júlio Baptista)
Técnico: Marcelo Oliveira

Chivas-MEX
Antonio Rodriguez, Néstor Vidrio, Carlos Salcido, Jair Pereira e Gerardo Rodríguez; Israel Castro, Jorge Enríquez (Sérgio Nápoles) e Fernando Arce (Toledo); Ángel Reyna (Fierro), Aldo De Nigris (Ramirez) e Omar Bravo
Técnico: Carlos Bustos

(Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação).