menu

03/05/2012 03:57

Cruzeiro perde por 1 a 0 em Curitiba e decidirá vaga nas quartas em casa

Cruzeiro perde por 1 a 0 em Curitiba e decidirá vaga nas quartas em casa

Hederson Alves/VIPCOMM


Da Toca II

Diogo Finelli

O Cruzeiro perdeu para o Atlético-PR, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, na Vila Capanema, em Curitiba-PR, na primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil. O gol do time paranaense foi marcado por Edigar Júnio, logo aos 8min do primeiro tempo. A Raposa não teve boa atuação na primeira etapa, mas melhorou bastante no segundo tempo, quando poderia até ter chegado ao gol.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (dia 9), às 21h50, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG. O Cruzeiro precisa vencer por 2 a 0 para se classificar. Se vencer por 1 a 0, a decisão da vaga nas quartas de final será nos pênaltis.

O jogo

Aos três minutos, Guerrón, adiantado, recebeu lançamento e tocou para a rede. Mas a arbitragem já havia marcado o impedimento. O Atlético-PR tinha mais a posse de bola nos minutos iniciais. O Cruzeiro se defendia e tentava sair nos contra-ataques. Aos oito minutos, Guerrón escapou em velocidade pela esquerda e cruzou para a área. Edigar Júnio completou e abriu o placar para os donos da casa.

O Cruzeiro diminuiu a pressão e equilibrou o jogo, apesar de chegar pouco ao ataque. Aos 19min, Roger deu um passe na intermediária cruzeirense e Patrick interceptou. O atacante do Atlético-PR caminhou com a bola dominada e, na frente de Fábio, chutou no canto e acertou a trave.

A resposta cruzeirense veio três minutos depois. Depois da bola alçada na área em cobrança de falta de Amaral, o goleiro Vinícius deu um soco. Roger dominou e cruzou. Anselmo Ramon cabeceou para o meio da área e o zagueiro Léo chutou por cima.

Aos 25, Everton arrancou com a bola e tentou a finalização de fora da área, mas mandou por cima do gol. Quatro minutos depois, Roger recebe lançamento, vê o goleiro Vinícius adiantado e tenta um toque por cobertura, mas encobre a trave. Aos 44min, Roger lançou Wellington Paulista, que quase passou pelo goleiro, mas a defesa afastou o perigo. Dois minutos depois, Roger cobrou falta, bateu forte na boal. O goleiro Vinícius deu rebote, mas Guerrón, que estava ajudando a defesa, aliviou antes da chegada de Wellington Paulista.

Segundo tempo

O meia Souza, contratado recentemente, foi a novidade no retorno do Cruzeiro ao gramado da Vila Capanema. Amaral deixou o campo. Aos cinco minutos, Marcelo Oliveira conduziu a bola e arriscou um chute da entrada da área, pela direita, mas Vinícius segurou firme. Aos 11min, Marcelo Oliveira, agora pela esquerda, fez boa jogada, carregou a bola para o meio e rolou para Roger, que encheu o pé. Vinícius deu um leve toque e a bola ainda raspou o travessão.

Outra boa chance foi aos 15min. Roger levantou a bola para a área, Anselmo Ramon emendou uma bicicleta e o goleiro Vinícius segurou. Aos 18min, o técnico Vágner Mancini trocou Wellington Paulista por Wallyson. O Cruzeiro teve outra grande chance aos 21min. Anselmo Ramon lançou Marcelo Oliveira, pela esquerda. O volante arrancou, invadiu a área e chutou, mas a bola subiu demais e passou por cima da trave.

Três minutos depois, foi a vez de Diego Renan, pela direita, arriscar um chute direto para o gol, mas errar o alvo. O Cruzeiro era melhor e já merecia o gol de empate. Mas, aos 31min, o Atlético-PR, que estava recuado, foi ao ataque e quase ampliou. Guerrón avançou pela direita e cruzou para a área. Patrick cabeceou bem e a bola explodiu na trave. Logo depois, Gilson entrou no lugar de Roger.

 

ATLÉTICO-PR 1 X 0 CRUZEIRO

Motivo: jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil
Data: 02/05/2012 (quarta-feira)
Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Asp. Fifa-GO)
Gol: Edigar Júnio, aos 8min

ATLÉTICO-PR
Vinícius; Gabriel Marques, Manoel, Bruno Costa e Héracles; Deivid, Paulo Baier (Renan) e Martín Liguera (Zezinho); Guerrón, Patrick e Edigar Júnio (Bruno Mineiro)
Técnico: Juan Carrasco

CRUZEIRO
Fábio; Diego Renan, Léo, Alex Silva e Everton; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Amaral (Souza) e Roger (Gilson); Anselmo Ramon e Wellington Paulista (Wallyson)
Técnico: Vágner Mancini

Cartões amarelos: Martín Liguera, Guerrón, Renan e Deivid (Atlético-PR); Amaral, Roger, Alex Silva e Leandro Guerreiro (Cruzeiro)

(Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação).