menu

13/05/2016 23:08

Paulo Bento é o terceiro técnico estrangeiro na história do Cruzeiro

Paulo Bento é o terceiro técnico estrangeiro na história do Cruzeiro


Foto: Fernando Paraíso/FPF

Da Toca II

Angel Drumond

Anunciado como treinador do Cruzeiro Esporte Clube na última quarta-feira, o português Paulo Bento, de 46 anos, será o terceiro técnico estrangeiro a comandar a Raposa em toda sua história, o primeiro europeu. Anteriormente, apenas sul-americanos haviam dirigido o time profissional celeste, Ricardo Diéz e Filpo Nuñez.

O primeiro treinador forâneo a comandar o esquadrão celeste foi o uruguaio Ricardo Diéz. O profissional trabalhou para o Cruzeiro em 1953 e treinou a equipe que tinha ídolos como Barra Mansa, Abelardo e Alcides. Foram 13 jogos sobre o comando de Diéz, sendo cinco vitórias, três empates e cinco derrotas.

Filpo Nuñez foi osegundo estrangeiro a trabalhar como treinador do Maior de Minas. O argentino comandou a equipe estrelada em duas oportunidades. A primeira delas em 1955, dirigindo a equipe em 18 partidas. Em 1970, Nuñez voltou a comandar a Raposa em 12 oportunidades. No total foram 30 jogos sob o comando do argentino, sendo 12 vitórias, sete empates e 11 derrotas.

Paulo Bento, primeiro europeu a comandar a Raposa, chegará a Belo Horizonte na próxima segunda-feira. Natural de Lisboa, Paulo Jorge Gomes Bento tem em seu currículo o bicampeonato da Taça de Portugal, nas temporadas de 2006/2007 e 2007/2008, além de duas Supertaças, torneio disputado entre o campeão do Campeonato Português e o vencedor da Taça de Portugal.

O técnico, que possui a licença UEFA PRO, foi o treinador da seleção portuguesa entre 2010 e 2014. Paulo Bento classificou Portugal para a Euro 2012 e chegou a semifinal da competição, superado pela Espanha, que venceu a disputa daquele ano. Em 2014, o treinador comandou Portugal na Copa do Mundo realizada no Brasil.  

(Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação.)