menu

08/09/2016 22:53

Cruzeiro contrata meia Márcio e atacante Lucas Neves para a base

Cruzeiro contrata meia Márcio e atacante Lucas Neves para a base


Lucas Neves (esq.) e Márcio (dir.) (Cruzeiro/Divulgação)

Da Toca I

Gustavo Aleixo

O trabalho da gestão do presidente Gilvan de Pinho Tavares não envolve apenas lapidar as jovens promessas que estão na Toquinha, mas também buscar novos futuros craques para a base celeste. É pensando desta maneira que o Cruzeiro, munido de um competente departamento de captação,  não perdeu tempo e, em meio a disputa do Campeonato Mineiro Sub-20, acertou a chegada do meia Márcio e do atacante Lucas Neves, que se destacaram pelo Guarani, de Divinópolis-MG, na disputa do Estadual.

Rival do Cruzeiro em dois jogos pelo Mineiro, quando marcou dois gols, Márcio é natural de São José do Calçado, no Espírito Santo, e destacou a alegria de ter recebido a maior oportunidade da carreira no momento certo.

“Estou me sentindo muito bem. Foi uma proposta que caiu do céu, porque já estava ficando desacreditado com o futebol, um pouco desanimado. O Guarani abriu as portas para mim e agora estou tendo esta oportunidade de vestir a camisa do Cruzeiro. Estou muito feliz”, colocou o meia, que, tal como um jogador moderno, define o bom passe e a marcação como uma das suas características.

Dois anos mais novo, o atacante Lucas Neves precisou de um jogo para convencer o Cruzeiro a contratá-lo para a base. Ainda bastante jovem, o atleta de 16 anos atuou apenas uma vez contra a Raposa, porém, pelo Campeonato Mineiro Sub-20, o que chamou a atenção dos observadores do clube celeste.

“Acredito que chamei a atenção por minha habilidade, mas também pela minha idade, porque jogar no sub-20, com 16 anos, é difícil. Meu estilo de jogo é mais pelas laterais, mais agudo e também com muita habilidade”, colocou Lucas, nascido em Manaus, que mostra empolgação ao falar sobre o novo clube.

“É uma oportunidade nova, tudo novo, jogar em um time grande. Estrutura maior, melhor. Graças a Deus, se abriu esta porta para vestir este manto sagrado”, completou.

(Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação)