menu

23/08/2018 15:50

Mano elogia comprometimento do time celeste em clássico disputado no Sul

- Alisson Guimarães

Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro

Um jogo duríssimo. Foi este o resumo do técnico Mano Menezes para o empate entre Cruzeiro e Grêmio em 1 a 1, em jogo realizado na noite desta quarta-feira, em Porto Alegre.

Na visão de Mano, a partida teve dois tempos distintos, e o Cruzeiro apresentou melhor futebol na primeira parte do jogo, quando, além de segurar o Grêmio, criou boas oportunidades de gol.

“Achei que foi um jogo duríssimo, como esperávamos. Fizemos um primeiro tempo, a meu ver, bem jogado. Um jogo muito igual, tendo sempre oportunidade de saídas, construção de jogadas na frente. Fizemos 1 a 0 e era de se esperar que o Grêmio, logicamente, viesse para nos pressionar mais. Embora tenha tido bastante volume, o Grêmio concluiu duas ou três vezes, uma delas o gol, a outra o pênalti que Fábio defendeu. Mas, não conseguimos ter a mesma qualidade de saída, não conseguimos segurar a bola como fizemos no primeiro tempo. Mas, a equipe se doou muito, se entregou, tenho que entregar os jogadores”, avaliou Mano.

O treinador celeste também falou da opção de se apostar em contra-ataques, especialmente na segunda etapa, quando o time da casa, atrás no placar, precisou sair mais para o jogo na busca pelo empate.

“Não é minha preferência trabalhar apenas no contra-ataque. Gosto de fazer mais. Às vezes conseguimos fazer, às vezes não. Mas a característica do jogo de hoje, contra uma equipe que tem posse e trabalha bem a bola em teu campo, nessa circunstância, você tem que ter saídas rápidas de contra-ataque. Acho que executamos bem na primeira parte. Na segunda, tivemos um pouco mais de dificuldade porque o adversário também teve méritos”, ponderou Menezes.

Notícias Relacionadas