menu

17/09/2018 13:59

Com grande desempenho, Rafael diz que a Raposa esteve muito mais perto da vitória

- Cláudio Antonio

Foto: Vinnicius Silva / Cruzeiro

Comprovando mais uma vez a condição de o Cruzeiro ser o maior revelador de grandes goleiros do futebol brasileiro, Rafael substituiu Fábio em grande estilo no clássico deste domingo, contra o Atlético-MG. Nas duas únicas vezes em que foi exigido em toda a partida, o camisa 12 fez grandes defesas, em cabeceio de Luan e finalização cara a cara de Cazares.

Ao final da partida, com os gritos do torcedor de “Time Guerreiro”, uma forma de retribuir a entrega dos atletas e a atuação convincente da equipe alternativa da Raposa, Rafael comentou sobre a superioridade do Cruzeiro, que dominou o adversário e esteve muito mais próximo de conquistar os três pontos.

“Sabemos da importância desse clássico e estávamos vivendo isso. Agora temos na quarta-feira um jogo importantíssimo lá na Argentina (contra o Boca Juniors). Então, vamos vivendo jogo a jogo, concentração, porque daqui até o final do ano é só jogo difícil, só pedreira, só decisão”, afirmou.

“Ainda mais pelo que nós produzimos na segunda etapa, tivemos o volume total do jogo, chegamos próximos de fazer gol várias vezes e merecíamos sim termos saído daqui com os três pontos. Escutar toda a torcida apoiando e satisfeita pelo jogo que nós fizemos, demonstra quanto é importante a dedicação de todo o grupo. Espero que nós possamos sempre corresponder à altura quando for preciso, porque vamos precisar muito ainda contar com todos até o final do ano”, concluiu.

Notícias Relacionadas