menu

20/04/2019 19:07

Cruzeiro conquista o 15º troféu de Campeão Mineiro em 24 decisões contra o Atlético-MG

- Angel Drumond

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

O Cruzeiro chegou ao 40º título estadual na tarde deste sábado ao empatar com o Atlético-MG no estádio Independência, em Belo Horizonte. Esse foi o 15º título da Raposa sobre o rival em 24 decisões entre as agremiações, mostrando a superioridade absoluta do time celeste em relação ao adversário.

Confira como foi a campanha do 12º título invicto do Cruzeiro Esporte Clube:

Guarani-MG 1 X 3 Cruzeiro:

A estreia na competição regional aconteceu fora de casa, contra o Guarani, no estádio Waldemar Teixeira de Faria, em Divinópolis. A partida foi realizada na tarde de sábado sob forte calor. O Cruzeiro venceu os donos da casa por 3 a 1, com gols marcados por Raniel (2x) e Robinho, Alemão descontou para os anfitriões.

Cruzeiro 1 X 0 Patrocinense:

A estreia diante da torcida aconteceu em uma quarta-feira a noite. O Cruzeiro também apresentou à torcida, nesse dia, o seu segundo uniforme, na cor branca. O Cruzeiro venceu o Patrocinense por 1 a 0 gol marcado pelo atacante David.

Cruzeiro 1 X 1 Atlético-MG:

Logo na terceira rodada o clássico contra o Atlético-MG, no Mineirão. O Cruzeiro foi superior durante toda a partida, criou inúmeras chances, mas pecou nas finalizações. No segundo tempo, Fred abriu o placar cobrando pênalti, mas no final do jogo, em uma distração da defesa, o adversário chegou ao empate através de pênalti cobrado por Fábio Santos.

Boa Esporte 2 X 2 Cruzeiro:

O time celeste foi até a Varginha, no estádio do Melão e conquistou mais um ponto no empate contra o Boa. O Cruzeiro, que estreou Marquinhos Gabriel nessa partida, saiu na frente com gol de falta marcado por Robinho. Sofreu o empate com gol de Gustavo, mas Fred pôs a Raposa na frente do placar novamente. No fim do jogo, Gabriel acertou um belo chute e deixou tudo empatado no placar.

Villa Nova-MG 0 X 3 Cruzeiro:

A Raposa voltou a vencer na competição, e fora de casa. Desta vez a vítima foi o Villa Nova, no estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima. Sem dar chances ao adversário e estreando o craque Rodriguinho, o Cruzeiro venceu por 3 a 0, com gols de Fred, Rafinha e Raniel.

Cruzeiro 3 X 0 Tupynambás:

O Cruzeiro fez mais um 3 a 0 na competição e o adversário dessa vez foi o Tupynambás, da cidade de Juiz de Fora, em jogo realizado no Mineirão. Fred fez mais um gol pela Raposa, o primeiro do jogo, Rodriguinho marcou o seu primeiro gol pelo time e Rafinha completou a goelada no Mineirão.

América MG 0 X 0 Cruzeiro:

O clássico contra o América-MG por pouco não foi adiado. Uma tempestade caiu sobre a capital mineira alagando o gramado do estádio Independência antes do começo da partida. O placar de 0 a 0 foi o resultado final do jogo.

URT 1 X 1 Cruzeiro:

O Cruzeiro chegou ao seu quarto empate no campeonato mineiro, dessa vez contra o URT, no estádio Zama Maciel, em Patos de Minas. Rodriguinho abriu o placar para o Cruzeiro, mas Reis empatou a partida e deu números finais ao jogo.

Cruzeiro 2 X 0 Tombense:

Durante a semana o Cruzeiro havia estreado na Conmebol Libertadores e começou a mesclar o time para a disputa do estadual. Nesse jogo, o time alternativo mostrou a sua força e venceu o time da cidade de Tombo por 2 a 0 com gols marcados por Sassá e David.

Tupi 0 X 3 Cruzeiro:

Na décima rodada da competição, o Cruzeiro foi até Juiz de Fora, no estádio Radialista Mário Helênio, e aplicou mais uma goleada, dessa vez sobre o Tupi. Aislan (contra), Fred e Egídio, de falta, fizeram os gols do time celeste que com o resultado acabou rebaixando a equipe anfitriã.

Cruzeiro 3 X 0 Caldense:

Na última rodada da primeira fase, o Cruzeiro, no Mineirão, venceu mais um adversário por 3 a 0, e a vítima foi a Caldense. David, Marquinhos Gabriel, que marcou seu primeiro gol pelo Clube, e Fred, mais uma vez, fizeram os gols da Raposa que terminou a primeira fase invicta, e na segunda colocação.

Cruzeiro 5 X 0 Patrocinense:

Nas quartas de final o Cruzeiro, em jogo único, enfrentou o Patrocinense, no Mineirão, e não deu chances ao adversário. A Raposa goleou o adversário por 5 a 0, com gols de Fred, Marquinhos Gabriel (2x) e Rodriguinho (2x), e se classificou para a semifinal em vantagem contra o América-MG.

América MG 2 X 3 Cruzeiro:

No primeiro jogo da semifinal, um embate emocionante no clássico disputado no estádio Independência com uma atuação monstruosa do centroavante Fred, autos dos três gols celestes. Diego Jussani e Jonatas Belusso descontaram para o rival.

Cruzeiro 3 X 0 América MG:

Na segunda partida da semifinal, disputada no Mineirão, o Cruzeiro poderia até perder por um gol de diferença, mas pela quinta vez na competição marcou outro 3 a 0. Léo, Fred e Rafinha fizeram os gols da Raposa que se classificou para a final.

Cruzeiro 2 X 1 Atlético-MG:

A primeira partida da decisão foi disputada no Mineirão, no clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG. O rival tinha a vantagem de jogar por dois resultados iguais, já que fez melhor campanha na primeira fase. Mas o Cruzeiro mostrou toda a sua superioridade na partida e venceu por 2 a 1 com gols de Marquinhos Gabriel e Léo, enquanto Ricardo Oliveira descontou para o adversário. Fred poderia ter feito o terceiro gol, mas o VAR (árbitro de vídeo) anulou de forma errada, acusando o toque de mão do centroavante celeste.

Atlético-MG 1 x 1 Cruzeiro:

O segundo duelo da decisão aconteceu na Arena Independência. A equipe adversária saiu na frente aos 29 minutos do primeiro tempo, com gol de Elias. O Cruzeiro buscou o empate na etapa final após pênalti sofrido. E Fred, artilheiro do torneio estadual com 12 gols, foi o responsável por marcar e garantir a taça para o time celeste.

Notícias Relacionadas