menu

08/05/2019 21:45

Cruzeiro é derrotado pelo Emelec pela Copa Conmebol Libertadores

- Cláudio Antonio

Foto: Vinnicius Silva

Com um futebol apresentado muito superior ao do adversário e contando com erros fundamentais da arbitragem, que deixou de marcar um pênalti em Sassá e anulou um gol legítimo de David, o Cruzeiro foi derrotado pelo Emelec-EQU, por 2 x 1, na noite desta quarta-feira, no Mineirão, pela última rodada da fase de grupos da Copa Conmebol Libertadores.

Sassá marcou o gol da Raposa, que já tinha a classificação às oitavas de final assegurada antecipadamente como primeira colocada do grupo B. O adversário do time cinco estrelas na fase decisiva da competição continental será definido na próxima segunda-feira, em sorteio na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai.

O jogo

O Cruzeiro começou bem a partida, sempre em busca do ataque, mas tinha dificuldades de sair da forte marcação do time equatoriano, que não dava espaços para a criação das jogadas ofensivas da Raposa.

Quando conseguiu se livrar da marcação pela primeira vez, aos 17 minutos, o atacante Sassá foi derrubado dentro da área pelo zagueiro Juan Carlos Paredes, mas o árbitro colombiano Andres Rojas nada marcou.

O Emelec respondeu aos 24, com um chute forte de Matamoros, de longa distância. A bola bateu no travessão e saiu à linha de fundo.

Com poucos espaços para entrar na área adversária, a equipe brasileira passou a explorar os chutes de fora da área, como fez Ariel Cabral e Rodriguinho, mas ambos foram para fora, o primeiro deles com muito perigo.

Aos 41 minutos, Rojas acertou um chute forte, de longe, a bola bateu no travessão, depois no goleiro Fábio e entrou.

Segundo tempo

O Cruzeiro voltou para a etapa final com Robinho no lugar de Ariel Cabral e David no de Rafinha e pressionou o Emelec desde o início.

Aos 3 minutos, Rodriguinho quase empatou, em uma finalização à direita do gol. Logo depois, Robinho cobrou escanteio, Fabrício Bruno cabeceou e o goleiro Esteban Dreer fez grande defesa.

Aos 7, Edilson tabelou com Robinho e chutou na saída do goleiro, para fora, com muito perigo. O gol parecia questão de tempo, mas a bola insistia em não entrar, como na bicicleta de Léo, no chute de Rodriguinho e no cabeceio de Henrique, todos para fora.

A pressão ficou insustentável e, aos 22, Sassá deixou tudo igual, após Léo ajeitar de cabeça um cruzamento de Edilson.

A virada só não veio aos 30 minutos por causa de outro erro da arbitragem, que anulou um gol legal de cabeça de David, marcando impedimento que não aconteceu.

O Emelec só chegou ao ataque com perigo pela primeira vez no segundo tempo aos 38 minutos, em um chute colocado de Angulo, que Fábio, o melhor goleiro do Brasil, defendeu com segurança.

A equipe equatoriana, em outro contra-ataque, fez Fábio trabalhar novamente, em um chute forte de Ronaldo Johnson.

As 43, o árbitro marcou pênalti de Edilson em Angulo. O próprio Angulo cobrou muito bem, e Fábio, que chegou a encostar na bola, não conseguiu defender desta vez.

No último minuto, Robinho lançou na área e Thiago Neves raspou a bola de cabeça, mas não o suficiente para evitar a defesa do goleiro Esteban Dreer.

Sassá - Foto: Vinnicius Silva

CRUZEIRO 1 X 2 EMELEC-EQU
Motivo: 6ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores
Data: 08/05/2019 (quarta-feira)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte-MG 
Público: 18.083 pagantes / 24.417 presentes
Renda: R$ 393.347,00
Gols: Joao Rojas, aos 41 min. do 1º tempo; Sassá, aos 22 min., e Brayan Angulo, aos 44 min. do 2º tempo
Árbitro: Andres Rojas-COL (Fifa)
Cruzeiro: Fábio; Edilson, Léo, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Ariel Cabral (Robinho), Jadson (Thiago Neves), Rafinha (David) e Rodriguinho; Sassá 
Técnico: Mano Menezes 
Emelec: Esteban Dreer; Juan Carlos Paredes, Marlon Mejía, Leandro Vega e Gorman Estacio (Ronaldo Johnson); Nicolás Queiroz (Dixon Arroyo), Wilmer Godoy, Hólger Matamoros (Romario Caicedo) e Joao Rojas; Fernando Guerrero e Brayan Angulo
Técnico: Ismael Rescalvo
Cartões amarelos: Leandro Vega, Fernando Guerrero e Esteban Dreer (Emelec); Rodriguinho (Cruzeiro)

Cruzeiro 1 x 2 Emelec 08/05/2019

Notícias Relacionadas