menu

02/06/2019 18:33

Cruzeiro joga muito bem, domina o São Paulo no Pacaembu, mas deixa a vitória escapar por detalhes

- Cláudio Antonio

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Mesmo jogando fora de casa, o Cruzeiro teve um grande desempenho, dominou o adversário durante toda a partida e, por detalhes, um deles outro pênalti não marcado pela arbitragem, empatou com o São Paulo em 1 x 1, neste domingo, no Pacaembu, em São Paulo, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Thiago Neves, em uma cobrança de falta perfeita, marcou o gol do time cinco estrelas, que volta a campo na próxima quarta-feira, às 19h15, contra o Fluminense, no Mineirão, em partida que vale vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. O Cruzeiro precisa vencer a equipe carioca, já que houve empate em 1 x 1 no primeiro jogo, disputado no Maracanã.

O jogo

A Raposa começou melhor na partida, com mais posse de bola e em busca do ataque. Chegou com perigo na área adversário em um lance envolvendo Marquinhos Gabriel, Fred e Robinho, mas o ex-cruzeirense Hudson conseguiu interceptar e evitou a finalização cinco estrelas. Pouco depois, Robinho cobrou falta pela direita e Dedé cabeceou para fora, à esquerda do gol.

Mas, aos 14 minutos, o São Paulo abriu o marcador, através de Alexandre Pato, que recebeu passe de Reinaldo e chutou na saída de Fábio.

O Cruzeiro não sentiu o gol do adversário, seguiu comandando as ações e, não fosse grandes defesas de Volpi, teria virado o placar ainda no primeiro tempo, em chute forte de Lucas Romero, de fora da área, e cabeceio de Dedé, após escanteio cobrado por Robinho.

Mesmo jogando em casa, o São Paulo só voltou a dar trabalho a Fábio na primeira etapa aos 37 minutos, em um chute de Hudson, da intermediária, que o goleiro celeste segurou firme.

Ainda deu tempo para a Raposa criar mais uma chance de perigo, desta vez em um cabeceio de Ariel Cabral, que a bola saiu à direita do gol.

Domínio celeste

O domínio cinco estrelas se manteve no segundo tempo e o empate quase aconteceu, logo aos 4 minutos. Fred recebeu na linha de fundo, tocou de calcanhar para Egídio, que não foi fominha e serviu Thiago Neves e o meia chutou forte, com perigo, à esquerda do gol.

Aos 6, Lucas Romero chutou de fora da área, a bola bateu no braço de Anderson Martins e saiu à linha de fundo. O árbitro Bráulio da Silva Machado nada marcou. Mas o árbitro de vídeo Heber Roberto Lopes alertou o árbitro principal, que checou a jogada e manteve a marcação. Mais um lance em que o Cruzeiro foi prejudicado pela arbitragem no Campeonato Brasileiro deste ano.

Guerreiro, o Cruzeiro seguiu atacando e empatou aos 22 minutos, em uma cobrança de falta perfeita de Thiago Neves, sem chance alguma para Tiago Volpi.

A virada quase veio três minutos depois, com David, que recebeu lançamento em profundidade, tabelou com Marquinhos Gabriel, mas na hora de finalizar foi desarmado por Tiago Volpi.

Aos 53 minutos, Egídio recebeu lançamento dentro da área e chutou forte, mas Volpi saiu muito bem do gol e salvou o São Paulo mais uma vez, evitando a iminente virada da Raposa.

SÃO PAULO 1 X 1 CRUZEIRO
Motivo: 7ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 02/06/2019 (domingo)
Local: estádio Pacaembu, em São Paulo-SP
Árbitro: Bráulio da Silva Machado-SC (Fifa)
VAR: Heber Roberto Lopes-SC (CBF-MTR)
Gols: Alexandre Pato, aos 14 min. do 1º tempo; Thiago Neves, aos 22 min. do 2º tempo
São Paulo: Volpi; Hudson (Igor Vinícius), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê, Hernanes (Igor Gomes) e Vitor Bueno (Marcos Calazans); Alexandre Pato e Toró
Técnico: Cuca
Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Ariel Cabral (Lucas Silva), Robinho, Thiago Neves (David) e Marquinhos Gabriel; Fred (Sassá)
Técnico: Mano Menezes 
Cartões amarelos: Robinho e Thiago Neves (Cruzeiro); Tchê Tchê e Igor Vinícius (São Paulo)

Marquinhos Gabriel - Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Notícias Relacionadas