menu

06/08/2019 16:55

Robinho reconhece que o elenco precisa melhorar rendimento, mas garante Cruzeiro preparado para mais uma semifinal de Copa do Brasil

- Alisson Guimarães

Foto: Vinnicius Silva / Cruzeiro

Vivendo um momento de turbulência dentro de campo, o Cruzeiro tem a oportunidade de retomar o caminho das vitórias na noite desta quarta-feira, quando terá pela frente o Internacional, em duelo válido pela semifinal da Copa do Brasil. O jogo de ida será disputado no estádio Mineirão, às 21h30.

Jogador presente nas campanhas dos títulos da competição em 2017 e 2018, o experiente meia Robinho reconheceu que o elenco celeste sabe que está rendendo abaixo do esperado, mas vislumbra no clássico contra os gaúchos a chance do time estrelado retomar o bom futebol e recuperar a confiança, fundamental para este momento da temporada.

“Sem dúvida nenhuma, o nível do futebol aumenta quando você está mais confiante. O elenco todo está precisando render mais. Não estamos rendendo o esperado por todo mundo, da parte de vocês [imprensa], do Mano, da nossa também. Estamos abaixo e precisamos melhorar essas atuações o mais rápido possível”, reconheceu.

“É inevitável não ficar pensando. Você olha para a tabela do Brasileiro e ver o time lá embaixo é difícil, principalmente pra gente que dificilmente passa por momentos assim. Mas claro que um jogo atrás do outro, nesta fase, é melhor para podermos sair dela o mais rápido possível. E nada como uma semifinal contra um grande clube para a gente dar a volta por cima”, complementou o meia.

O foco no jogo contra o Internacional é tamanho que o técnico Mano Menezes optou por antecipar a concentração, que tradicionalmente ocorre no dia anterior às partidas. Desta vez, os atletas se concentraram na Toca 2 dois antes do confronto.

“A concentração dois dias antes é importante para você descansar mais, se recuperar, alimentar bem. Nós jogadores vamos conversar hoje ainda, a gente ainda não conversou. Vamos tentar achar os erros para poder melhorar e poder vencer este jogo”, revelou o camisa 19.

Embora garanta que o Cruzeiro entrará com um time forte diante do seu torcedor, Robinho alerta para a força do adversário, mesmo que o meia argentino D’Alessandro, suspenso, seja ausência.

“A dificuldade vai ser muito grande. Sem dúvida, o D’Alessandro é um jogador que faz muita diferença. Mas, com certeza, quem entrar está muito preparado e será um duelo muito difícil”, reforçou.

Recordista de títulos da Copa do Brasil, o Cruzeiro busca sua sétima conquista na competição, a terceira de forma consecutiva. Já o Internacional venceu o torneio no ano de 1992.



Notícias Relacionadas