menu

18/08/2019 19:46

Com grande atuação, Cruzeiro domina completamente o líder do Brasileiro e vence o Santos por 2 x 0 na estreia de Rogério Ceni

- Cláudio Antonio

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Não poderia ser melhor. Na estreia do técnico Rogério Ceni, o Cruzeiro teve um grande desempenho, não tomou conhecimento do Santos e venceu o líder do Campeonato Brasileiro por 2 x 0, neste domingo, diante do Mineirão mais uma vez lotado.

Fred e Thiago Neves marcaram os gols da Raposa, que reencontrou o caminho das vitórias e embolou a briga pelas primeiras posições da competição nacional. O time cinco estrelas volta a campo no próximo domingo, contra o CSA, em Maceió-AL, em busca do segundo triunfo consecutivo e de uma ascensão ainda maior na classificação do Brasileiro.

O jogo

Com formação e postura bem ofensivas, o Cruzeiro foi soberano em todo o confronto com o Santos e buscou a vitória desde o início da partida, apoiado incondicionalmente pela maior torcida de Minas Gerais. Foram 36.975 torcedores pagantes e 44.604 presentes, dos quais 2.960 com cortesias do Cruzeiro e 3.291 com cortesias da Minas Arena.

Logo no primeiro lance de ataque da Raposa, David lançou Pedro Rocha, que foi derrubado por Gustavo Henrique quase na entrada da área. O árbitro principal Anderson Daronco inicialmente nada marcou, mas, logo em seguida, consultou o VAR, comandado por Caio Max Augusto Vieira, marcou falta e deu cartão vermelho para o zagueiro do Santos.

A expulsão do jogador adversário animou ainda mais a equipe cinco estrelas, que literalmente sufocou o Santos durante todo o jogo.

Aos 14 minutos, após bate rebate na área do Santos, a bola sobrou para Dodô, que acertou um chute muito forte e colocado, mas o goleiro Éverson fez grande defesa, no ângulo. Pouco tempo depois, Marquinhos Gabriel chutou de longe e Éverson segurou firme.

Com o domínio total das ações e um grande volume de jogo, a Raposa seguiu buscando o gol, como na perigosa finalização de Thiago Neves. Éverson se esticou todo e conseguiu resvalar na bola, que ainda bateu no travessão e saiu à linha de fundo.

Aos 43, a Raposa finalmente marcou, através do atacante Fred, que recebeu passe preciso de Thiago Neves e chutou colocado, sem chance alguma para Éverson. Cruzeiro 1 x 0.

Na próxima jogada ofensiva da equipe mineira, Thiago Neves quase ampliou, mas o goleiro Éverson fez outra importante defesa e salvou novamente o time paulista.

O Santos, que se limitava a marcar a Raposa, só fez Fábio trabalhar durante todo o jogo no último lance do primeiro tempo, em uma bela cobrança de falta do uruguaio Carlos Sánchez. O melhor goleiro do Brasil fez grande defesa.

Maior torcida de Minas Gerais - Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Mais domínio

O tetracampeão brasileiro manteve o ímpeto ofensivo no segundo tempo e ampliou o marcador no primeiro minuto, em um chute forte de Thiago Neves, após pivô do atacante Fred. Cruzeiro 2 x 0.

Em um lance bem parecido, dois minutos depois, David recebeu de Pedro Rocha e bateu colocado, mas para fora.

Com muito mais posse de bola o time de Rogério Ceni trocava passes com certa facilidade, envolvendo o adversário e sempre buscando um placar mais dilatado.

Aos 13, Pedro Rocha tocou para Orejuela, que penetrou na área e chutou na saída de Éverson, que defendeu com o joelho.

Só dava Cruzeiro, que, mesmo diminuindo um pouco a força ofensiva, continuou criando oportunidades para ampliar, como na jogada de Marquinhos Gabriel. O meia cruzou para a área, Fred desviou e a bola bateu em Pedro Rocha e saiu à linha de fundo.

Nos minutos finais, Marquinhos Gabriel e Fred tiveram chances para marcar, na mesma jogada, mas o lateral Jorge conseguiu evitar o terceiro gol celeste.


CRUZEIRO 2 X 0 SANTOS
Motivo
: 15ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 18/08/2019 (domingo)
Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Anderson Daronco-RS (Fifa)
VAR: Caio Max Augusto Vieira-RN (CBF-AB)
Público: 36.975 pagantes / 43.604 presentes
Gols: Fred, aos 43 min. do 1º tempo; Thiago Neves, a 1 min. do 2º tempo
Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Dedé (Cacá), Fabrício Bruno e Egídio (Fred); Henrique, Dodô, Marquinhos Gabriel e Thiago Neves; Pedro Rocha e David (Robinho)
Técnico: Rogério Ceni
Santos: Éverson; Felipe Jonatan, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez (Alison) e Evandro (Pará) (Luiz Felipe); Derlis González, Soteldo e Eduardo Sasha
Técnico: Jorge Sampaoli
Cartões amarelos: Fred e Thiago Neves (Cruzeiro); Jorge Sampaoli (Santos)
Cartão vermelho: Gustavo Henrique (Santos)

Cruzeiro x Santos 18/08/2019

Notícias Relacionadas