menu

18/08/2019 20:19

Rogério Ceni ressalta o protagonismo dos atletas e a intenção de o jogo do time ser o mais agressivo possível

- Cláudio Antonio

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Um dos responsáveis pela grande atuação do Cruzeiro na incontestável vitória sobre o Santos por 2 x 0, neste domingo, no Mineirão, o técnico estreante Rogério Ceni fez questão de apontar o protagonismo na partida para os atletas.

“Os grandes protagonistas foram os jogadores. A gente tenta achar um caminho, mostrar um caminho ou mudar alguma alternativa de jogo, mas a entrega deles foi fundamental. Eles não fizeram o possível, eles foram os melhores caras que eles podiam ser no dia de hoje”, declarou.

“A qualidade existe e a gente só precisa tentar com que eles coloquem sempre em prática isso. Sou muito grato a eles e os caras são diferentes mesmo. Tenho o maior respeito por estes caras que construíram a história recente do Cruzeiro. Se eles quiserem e desejarem isso de fato, tenho certeza de que eles vão conseguir fazer outros bons jogos como foi feito no dia de hoje”, concluiu.

Rogério Ceni ainda deixou bem claro a sua filosofia de jogo, de fazer com que o time cinco estrelas seja o mais agressivo possível dentro de campo, sempre em busca da vitória.

“Em tese é o que eu tentei fazer no São Paulo, tentei fazer no Fortaleza e tentarei fazer aqui no Cruzeiro. A filosofia de jogo, nos meus três anos de trabalho, é tentar ser o mais agressivo possível. Com 0 x 0, com 1 x 0, tentar fazer o segundo, com 2 x 0, tentar o terceiro, para que a gente mate o jogo”, afirmou ele.

“Eu joguei muito tempo no gol e ficava lá atrás, sozinho. Hoje eu quero ver meu time fazer gols, quero ver meu time mais próximo do gol. Os jogadores compreenderam e os grandes protagonistas e posso garantir a vocês, porque já fui protagonista também dentro do campo, os grandes protagonistas dessa tarde/noite sem dúvida foram os atletas”, finalizou.

Rogério Ceni - Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Notícias Relacionadas