menu

20/03/2020 10:17

Núcleo gestor do Cruzeiro reestrutura planejamento do futebol com Enderson Moreira e Ricardo Drubscky

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Apesar da suspensão das atividades esportivas do Cruzeiro, o conselho gestor do Clube têm se movimentado para aprimorar o planejamento da atual temporada, que tem como principais objetivos o retorno para a primeira divisão do Brasileiro e uma otimização das categorias de base. Com dois novos nomes no quadro, o técnico Enderson Moreira e o diretor de futebol Ricardo Drubscky, anunciados nesta semana, o objetivo agora é revigorar ainda mais o planejamento feito para o futebol desde o início da gestão do conselho gestor, para que o Cruzeiro alcance as metas traçadas e já apresente uma notável evolução no retorno das competições.

Os dois profissionais, mesmo ainda sem uma rotina de treinos, por causa das medidas de prevenção ao coronavírus, se encontrarão regularmente na Toca II com o gestor Carlos Ferreira, para dar seguimento aos trabalhos.

O planejamento feito pelo conselho gestor no futebol teve como base a realidade encontrada há 90 dias, com um cenário deixado pela gestão anterior, inclusive os profissionais da comissão técnica. Naquele momento, era preciso fazer um grande ajuste na área financeira e administrativa, para conseguir montar um time forte, pensando no início da Série B. Todos os contratos foram revistos, muitos foram encerrados, jogadores dispensados, além de outras medidas. O ajuste era necessário para a sobrevivência do Clube, buscando a credibilidade perdida nos anos anteriores.

“Sabíamos que teríamos um início de temporada difícil, com muitos jovens da base e a falta de entrosamento do elenco. Esperávamos que este entrosamento chegasse, mas a evolução não foi a esperada. Por isso, o conselho gestor resolveu agir e substituir o treinador. O momento é propício e dá tempo para a adequação do cronograma de trabalho do novo técnico e o diretor de futebol. Eles chegam para desenvolver este trabalho, de acesso à Série A e o desenvolvimento das categorias de base”, explicou Carlos Ferreira.

“A base forte não deve ser um foco apenas para este momento, mas sim para as futuras gestões e a vida do Clube. Isso, aliado a jogadores mais tarimbados e um trabalho com pessoas competentes e experientes, alinhadas à filosofia do Cruzeiro, serão a receita para um sucesso duradouro. É preciso nos ater ao planejamento”, completou.

Drubscky é o diretor de futebol celeste - Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Carlos Ferreira - Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O conselho gestor, que atua com ideias plurais, mas ações conduzidas especificamente por gestores em cada área do Cruzeiro, vem estudando algumas mudanças na forma de atuação com o departamento de futebol. O responsável é Carlos Ferreira, mas para as grandes decisões que impactam o Clube, a responsabilidade é dividida com um núcleo reduzido dentro do conselho gestor. Dessa forma, com a atuação contundente dos gestores, o Cruzeiro deu os primeiros passos para sair da situação difícil em que foi colocado, não somente o rebaixamento no futebol, mas também com os vários problemas em todas as áreas.

“Existe um alinhamento entre nós e existe o compromisso de se fazer o melhor pelo Cruzeiro. Isso é importante e é o que guia os nossos trabalhos. Agora, este planejamento está sendo repassado e será melhorado pelos novos profissionais que chegam ao Clube. A mesma fórmula de sucesso que o núcleo gestor teve na parte financeira e administrativa será aplicada e tenho certeza que o Cruzeiro terá também grandes resultados na área esportiva. Peço à nossa torcida que tenha um pouco de paciência com os jovens da base, pois eles certamente trarão bons frutos para o clube e com eles vamos construindo nossas próximas temporadas”, concluiu Carlos Ferreira.


Notícias Relacionadas