menu

15/09/2020 10:53

Perícia indica e-mails verídicos do FC Zorya em formalização de acordo com o Cruzeiro

Após o FC Zorya alegar à FIFA que não reconhecia o acordo feito pela dívida referente à negociação envolvendo o atleta Willian Bigode, o Cruzeiro acionou um profissional da área de tecnologia da informação e realizou uma perícia nos e-mails trocados com o time ucraniano.

O objeto da análise consistiu em identificar se quatro mensagens de e-mail (duas enviadas ao Cruzeiro e duas enviadas à FIFA, mas encaminhadas ao Cruzeiro) tiveram a mesma origem, isto é, o endereço de e-mail oficial do FC Zorya, cadastrado no Sistema FIFA/TMS.

A perícia feita pelo professor Guilherme Rodrigues Pereira, da empresa DGP TI - Soluções em Tecnologia da Informação, apontou que todos os e-mails (sejam os que confirmam o acordo, ou os que são alegados como inverídicos), têm a mesma procedência, ou seja, o Datacenter da Google G-Suites, que hospeda os e-mails do FC Zorya.

Trata-se de mais um forte elemento da boa-fé do Cruzeiro, que reforça a veracidade dos conteúdos abordados na formalização do acordo.

O Clube anexou o documento na petição de reconsideração junto à Fifa.

A DGP TI concedeu ao Cruzeiro o direito de publicar o relatório completo da análise, que pode ser acessado abaixo.

* Leia a íntegra do laudo da DGPTI.


Notícias Relacionadas