menu

15/02/2016 23:44

Thiago Scuro esclarece condições do empréstimo de Gabriel Xavier

Thiago Scuro esclarece condições do empréstimo de Gabriel Xavier


Foto: Washington Alves/Light Press

Da Toca II

Maikyson Coelho

O diretor de futebol do Maior de Minas, Thiago Scuro, esclareceu, no fim da tarde desta segunda-feira, as condições que levaram o Clube a acerta o empréstimo do meia Gabriel Xavier para o Sport Club do Recife. Segundo o dirigente, a transação ocorreu após o atleta fazer seu segundo pedido de transferência junto ao Cruzeiro.

Scuro ainda revelou outros detalhes da negociação, que trará benefícios financeiros ao tetracampeão brasileiro, tendo em vista que os pernambucanos arcarão com 100% do salário do jogador. Confira abaixo alguns trechos da declaração do manager.

Transparência

“Como tudo que a gente vem fazendo, qualquer situação que gere uma dúvida ou uma repercussão um pouco mais acentuada, nós estamos vindo aqui para esclarecer, de forma transparente e verdadeira, assim como tudo que temos feito no Clube.”

Detalhes do empréstimo

“Encerramos um ciclo de contratações, isso já foi anunciado. Já estamos com um pouco mais de 30 dias de pré-temporada e começamos a ter algumas respostas do trabalho. Nesse sentido, buscamos o empréstimo de alguns jogadores nesta semana, no intuito de gerar oportunidades para eles e também ajustar o número de atletas que a gente pretende trabalhar.”

“Dentro desse processo, nós anunciamos hoje o empréstimo do Gabriel Xavier. Ele está no Cruzeiro há pouco mais de um ano, desenvolveu um bom trabalho, teve algumas oportunidades, mas vinha percebendo que não teria muito espaço neste ano para brigar. Já houve uma situação semelhante em dezembro, quando ele nos pediu para ser emprestado e o Cruzeiro não aceitou, porque entendia que isso não fazia sentido, não era o momento.”

“Agora isso foi recorrente. O atleta procurou o Deivid no intuito de que o Cruzeiro o emprestasse para essa oportunidade no Sport. Então, observando as opções que a gente tem para a posição e entendo que o atleta não estaria satisfeito aqui no Clube, nós optamos por conceder o empréstimo e liberá-lo para o Sport.”

“O Sport está pagando pelo empréstimo e não tem a opção de compra. O Sport está pagando 100% do salário do atleta. Então, independente do que aconteça, é uma decisão do Cruzeiro ele retornar ou não. É muito importante que todo profissional dentro do Clube esteja feliz e contente em vir trabalhar todo dia. A partir do momento que aconteceu o segundo pedido do Gabriel para ser emprestado, a gente entendeu que não fazia sentido lutar contra um desejo do atleta, sendo que hoje a gente tem segurança nas demais opções para a posição. O torcedor pode ficar tranquilo porque, tecnicamente, o elenco do Cruzeiro não sofre com a saída do Gabriel. Esperamos sim que ele tenha um bom ano lá, faça um bom trabalho, atue em muitos jogos e, assim como Élber, possa retornar em um posição melhor dentro do grupo.”

“A gente entende o carinho do torcedor pela história do Gabriel dentro do Cruzeiro, pelo gol no clássico e pelo o que ele já produziu. Só que ele, ao mesmo tempo, é um jovem de 22 anos, é um ser humano que tem os seus sonhos e viu hoje, na avaliação dele, uma dificuldade muito grande de ter um volume de jogos maior no Clube. Esse é o aspecto que nós temos  a responsabilidade de administrar. A gente entendeu que não fazia sentido lutar contra isso pela segunda vez. Logo, atendendo a um pedido do Gabriel, nós conseguimos transformar uma operação com o Sport em uma fonte de receita, porque entrará um recurso do empréstimo.”

(Este material está liberado para reprodução. Os órgãos de imprensa devem citar o Site Oficial do Cruzeiro como a fonte da informação.)